Postagens

Os cães ladram, mas a caravana passa

Imagem
Olá Finansfera!

Já comentei aqui que estou comprado em juros de médio e longo prazo através do Tesouro Direto (TD).
No circuit-braker de 18/05/17, dia que repercutiu os áudios entre Joesley Batista e Temer em tenebrosas transações, minha conta sofreu um tremendo baque.
Da minha parte nem me abalei, meu manejo de risco em TD é comprar com taxas boas, se elas não estiverem disponíveis compro Selic. Na verdade fiquei com uma pequena dor de corno, pois na terça-feira dia 16/05/17 estava discutindo com um amigo sobre a possibilidade de fazer realização parcial, mas pensava que já estava tudo precificado até dezembro de 2017, inclusive o fato de nosso presidente possuir moral duvidosa.
Pelo visto eu estava errado, porém não é a moral duvidosa do presidente que gerou aquele circuit-braker na Bovespa, mas o medo dos investidores dele não terminar o mandato. Como dizem os advogados Pecunia non olet1 (dinheiro não tem cheiro).
No fim o que importa é que temos uma equipe econômica está rezando …

O mundo está ao contrário e ninguém reparou

Imagem
Quando me ensinaram a jogar poker aprendi uma regra de ouro: "Você tem 5 minutos para descobrir quem é o pato da mesa. Se não descobrir abandone o jogo: Você é o pato!"
Estamos tendo uma semana agitada. O noticiário político-policial segue com manchetes cada vez mais bombástica:
- Parecer da CCJ defende que há indícios de crimes praticados pelo Presidente da República. - Presidente da Câmara dos Deputados diz que processo contra Temer é irreversível. - Presidente da Câmara negocia com Ministro da Fazenda a manutenção do cargo em caso de queda do presidente. - Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados e atualmente distribuidor de marmitas em Curitiba, negocia delação premiada. Lembrando as palavras do excelentíssimo Senador Romero Jucá. "Michel é Eduardo Cunha".
Já nas páginas de economia dos jornais:
- Bolsa sobe - Dólar cai - Juros caem - Menor inflação em mais de 12 anos
E aí, vai continuar jogando?
Grande abraço, bons investimentos e até o próximo pos…

Alocação - Núvens cinzas no horizonte

Imagem
Olá Finansfera,
Enquanto escrevo esse post não estou necessariamente explicando como faço as minhas escolhas, mas principalmente como quero fazê-las daqui pra frente. Como vocês já leram aqui (link post de apresentação) investir em ações é algo novo pra mim (pois antes eu só especulava) e usarei esse espaço para compartilhar conhecimentos, experiências, experimentos e como diário de bordo, para no futuro analisar a minha aderência e meus resultados. Comecemos!
Seleção de ativos
Primeiro passo na escolha de ativos é a seleção dos setores e na sequência as empresas que possuem larga vantagem competitiva entre seus pares.
É possível encontrar uma lista de empresas e setores no site da Bovespa acessando esse link.
Penso que estou escolhendo empresas para me tornar sócio então devo ter isso claro no momento de executar esse filtro. Não estou fazendo apostas, nem nenhum tipo de exercício de futurologia. Para tanto é necessário ter um bom conhecimento do setor e de como aquele ramo de negóci…

Abertura de conta no BB Americas

Imagem

Destrinchando a composição de fundos de investimento com a ajuda da CVM

Olá Finansfera!!


Recentemente li no blog do Finansfera$ (http://www.finansferas.com/2017/06/portfolios-fundos-de-investimento.html) a respeito do site sistemas.cvm.gov.br que eu não conhecia.


Sempre leio artigos em sites estrangeiros especializados em investimentos e vejo a divulgação de carteiras de grandes investidores, como Warren Buffett ou fundos da Pimco ou Vanguard.
Nunca tinha ouvido falar da obrigatoriedade de divulgação da carteira aqui no Brasil, mesmo que com atraso, como é usual nos Estados Unidos.
Não bastasse a nossa imprensa especializada em investimentos ser um fiasco, o investidor médio brasileiro ainda é do tipo que toma seu 7 x 1 diário colocando dinheiro na poupança porque não tem Imposto de Renda. Não há como esperar grandes surpresas! Só vejo no Brasil matérias sobre poupança, quitar dívida e trocar de carro. Fala sério. Ainda bem que descobri a comunidade dos blogueiros da Finansfera e toda essa corrente de troca de informações!
Voltando à vaca fria... Antes de c…

Sobre suportes no gráfico e no book de ações

Imagem
Olá Finansfera!

O tema hoje são suportes. Os investidores adeptos das análises gráficas costumam utilizar as formações do preço passado para tomar suas decisões sobre compras. Desta forma o suporte de preço de uma ação pode ser uma informação útil para definir um possível ponto de entrada.


Os grafistas definem suporte como sendo a região onde a força compradora irá superar a força vendedora, ou seja, quando a ação atinge esse nível, existe uma barreira (psicológica) onde muitas pessoas acreditam que o preço não conseguirá ceder, pois os compradores irão entrar e reverter esta tendência.

Os analistas gráficos alertam que isto deve sempre ser confirmado pelo volume, pois de outra forma, a pressão compradora não se confirma e a ação sobe sem força e volta a cair.

Mas isso não responde à pergunta fundamental: por que isso ocorre?

Geralmente os analistas técnicos dizem que o preço desconta tudo, portando isso não é uma pergunta que mereça resposta. O preço é tratado como um ente e, portanto, se…