Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

Regra dos 50% ou o segredo da felicidade nos investimentos

Imagem
Fala Finansfera!

Existe um trabalho muito prazeroso ao pequeno investidor que é pesquisar em quais ativos irá aportar seu rico dinheirinho.

No caso de tesouro direto não tem muito mistério e eu já deixei alguns bizus aqui, mas nos outros investimentos como CDB’s, debêntures, ações e FIIs o investidor corre o risco de ficar enviesado. E isso sempre acontecia comigo.







No meio das minhas preferências de investimentos para o mês, sempre tinha uma que eu tinha "certeza" que ia bombar. E logo queria concentrar todo o aporte do mês naquele único ativo predestinado ao sucesso.

Percebi nisso um grave defeito. Por melhor que um indivíduo seja na escolha dos seus investimentos, ele sempre pode errar, e eventualmente, errar feio. Se o objetivo for fazer um trade, daí o risco deste viés fica potencializado.
Percepção de sucesso

Vez por outra eu comprava um ativo que subia! Excelente! Vendia com 3% de lucro e ficava feliz! Naquela mesma semana o ativo disparava mais 5%, então eu ficava triste. A…

Tesouro Direto: qual título e quando comprar

Imagem
Fala Finansfera!


Frequentemente o pequeno investidor é bombardeado com este tipo de abordagem apresentada no título deste artigo, especialmente pelas corretoras de valores e gurus de última hora. No início do mês recebi uma mala direta da Bovespa com esta proposta e cliquei no link só para passar raiva. Tinha certeza que não ia me apresentar nada de útil, mas cliquei assim mesmo. Paciência.




Infelizmente o pequeno investidor brasileiro investe mal (materia exame) e geralmente usa a poupança como principal opção. Isso aqueles que investem. Já ouvi muita gente dizer que ia investir quando na verdade estava trocando de carro. Lamentável.
A recente queda da taxa Selic está fazendo até a rentabilidade da poupança cair, e isso fez com que este investidor relaxado que diversifica pouco, buscasse melhores alternativas.
Na maioria das vezes chamadas desse tipo são belíssimas "varadas n'água", pois os artigos dão respostas evasivas ou lhe propõe um quiz para tentar melhorar a aderência…

Calculando Impostos de investimentos no exterior: passo a passo

Imagem
Salve Finansfera!

Preciso me retratar com todos vocês. No post sobre a abertura de uma conta no BBAmericas eu falei que a tributação não era complicada, pois não teria que me preocupar com os impostos estadunidenses.









Realmente a tributação no exterior para os casos de EUA, Reino Unido e Alemanha tem um alívio na preocupação, devido a acordos de reciprocidade tributaria entre o Brasil e estes países evitando a bitributação e permitindo que a gente compense no Brasil qualquer tributo federal pago em investimentos.


Mas a legislação brasileira é o inferno gelado dos investidores! Há algumas peculiaridades, coisa nossa, tipo jabuticaba. Tente explicar para um gringo o que é jabuticaba ou o processo de transferência de um bem imóvel aqui no Brasil! Este processo que passa por reconhecimento de firma , registro em prefeitura, contratos, escrituras, registros cartoriais etc, a tentativa de explicar essas coisas é, de fato, uma experiência antropológica.

Voltando à vaca fria, vou tentar explicar …