Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

AGCX Oportunidade ou Cilada?

Imagem
Fala Galera da Finansfera!

Conheci o investimento em FIIs esse ano e já virei fã! Tenho uma carteira pequena, mas quero aumetá-la!


figura 1: Entrada de agência da Caixa
Os FIIs respondem bem à curva de juros e o recente movimento de corte no juros, que se iniciou no final do ano passado foi um dos gatilhos para a disparada dos ativos. Mesmo num cenário de baixa no mercado imobiliário, alta vacância nos imóveis e economia em recessão este ativo só tem respeitado um indicador:

DY - Dividend Yield
Ou seja, o que tem sido feito é basicamente dividir o pagamento mensal do fundo pelo valor de mercado da Cota (DY) e comparar com o rendimento do CDI de um mês e o preço fica definido em função disto. É claro que existem DYs típicos para cada seguimento de fundos como por exemplo: de agências, shoppings, lajes corporativas e etc.

Vejo por exemplo, que ao comparar FIIs de um mesmo seguimento eles tendem à respeitar a mesma faixa de DY, independentemente dos ativos reais que estão por trás do fundo. In…

Medidor de Independência Financeira

Imagem
Fala Finansfera!
Existe uma grande dificuldade de avaliar a Independência Financeira, já que existem várias formas de verificar se a sonhada meta foi atingida.
Existe a famosa regra dos 4% muito divulgada pelo Mr. Money Mustache. Esta regra leva em conta que os saques anuais serão equivalentes à 4% do patrimônio líquido acumulado. Nesta condição, os rendimentos serão suficientes para que o saldo continue crescendo e seja reposto pela inflação. Ela foi desenhada para países com inflação bem comportada, juros reais na casa dos 2,5 a 3,5%. Significa que aplicada em terras tupiniquins onde os juros reais estão em 5,5 a 6,5% o aspirante à aposentadoria precoce já teria larga margem de segurança. Mas como não tem almoço grátis, essa alta remuneração vem acompanhada de insegurança jurídica e economia altamente vulnerável à ciclos financeiros e mercado de commodities.
Li recentemente uma validação da aposentadoria com a regra dos 4% utilizando análise de Monte-Carlo (simulação estatítica). O int…

Escolha de Corretora para investimento no exterior

Imagem
Fala Finansfera!


Dando continuidade ao processo de diversificação de investimentos no exterior, que começou com a abertura numa conta do Banco do Brasil Americas (post), vamos continuar falando sobre a abertura de corretora para operação de ativos.
Fiquei sem postar muito tempo, mas não estive ausente da comunidade! Estou sempre lendo os artigos mais recentes e fazendo comentários.
Tenho investido muito do meu tempo em duas frentes:
Escolha da corretora nos EUADefinição de uma carteira radar nos EUA
Vamos falar um pouquinho sobre essas duas questões e por que elas acabaram ficando tão relacionadas.
Existem corretoras para todos os bolsos, horizonte de investimento e gostos, mas dentro desse universo não são muitas as que aceitam "aliens" como clientes.
Na legislação estadunidense alien é aquela pessoa natural que não é cidadão, nem residente.
Neste caso encontrei 4 opções, mas acredito que a Interactive Brokers (IB) é a que melhor se encaixou no meu perfil.
Ela é uma grande corretora…