Destrinchando a composição de fundos de investimento com a ajuda da CVM

Olá Finansfera!!



Recentemente li no blog do Finansfera$ (http://www.finansferas.com/2017/06/portfolios-fundos-de-investimento.html) a respeito do site sistemas.cvm.gov.br que eu não conhecia.



Sempre leio artigos em sites estrangeiros especializados em investimentos e vejo a divulgação de carteiras de grandes investidores, como Warren Buffett ou fundos da Pimco ou Vanguard.

Nunca tinha ouvido falar da obrigatoriedade de divulgação da carteira aqui no Brasil, mesmo que com atraso, como é usual nos Estados Unidos.

Não bastasse a nossa imprensa especializada em investimentos ser um fiasco, o investidor médio brasileiro ainda é do tipo que toma seu 7 x 1 diário colocando dinheiro na poupança porque não tem Imposto de Renda. Não há como esperar grandes surpresas! Só vejo no Brasil matérias sobre poupança, quitar dívida e trocar de carro. Fala sério. Ainda bem que descobri a comunidade dos blogueiros da Finansfera e toda essa corrente de troca de informações!

Voltando à vaca fria... Antes de conhecer este site só podia avaliar o fundo pelo valor da cota e a carta mensal, quando o fundo se dá ao trabalho de fazer uma.

Com essa ferramenta (nova, pelo menos pra mim), estou tentando entender com detalhes o posicionamento do fundo.

Resolvi avaliar melhor os fundos que adquiri no início do ano e tive de pronto 2 decepções: Os fundos Vinci Gas Seleção de Dividendos e o AZ Quest Total Return estão lotados de Vale e Petrobras. Isso esclarece bastante porque o fundo só andava de lado, mesmo no início do ano quando a bolsa estava mais animada. 


O caso do Vinci Gas Seleção de Dividendos...
  
O caso do Vinci Gas Seleção de Dividendos é especialmente esdrúxulo. Vejamos: Lendo seus relatórios mensais, imaginava que o fundo estava melhor posicionados no mercado. Ora, como um fundo que seleciona ações que pagam dividendos estava exposto a 15 % de PETR4, que não paga dividendos há anos e nunca teve uma política consistente sobre o tema? Não tive dúvidas: ejetei na mesma hora.

Também reparei em outros fundos que parecem fazer o dever de casa de forma razoável, como o Adam Macro II. Vamos verificar o funcionamento da carteira deste fundo.

Já o Adam Macro II...

No início do ano, a principal aposta do Adam era exatamente a mesma da minha: fortemente posicionado em pré-fixadas para aproveitar a queda da Selic. No caso do Adam, NTNBs, no meu, NTNBs e Tesouro Pré. Porém, o fundo foi reduzindo a posição em NTNBs e mudando para Selic. Eu sigo mantendo as posições compradas e alocando dinheiro novo em Selic.

No dia do circuit-braker o Adam encerrou as posições de NTNB e eu comprei mais, porque achei que a taxa ficou atrativa. Sendo assim, senti que estou pagando taxa de administração à toa já que um dos melhores fundos que eu tenho estava fazendo uma estratégia muito similar à minha. As grandes diferenças são que não tenho posição no exterior (mas estou providenciando) e meu manejo de risco para pré-fixadas (NTNB e Tesouro Pré) ocorre na compra, ou seja, se eu comprei bem e não consegui maximizar o retorno com a queda da Selic, seguro o título até o vencimento.

A carteira do Adam está completamente aberta, exceto por uma posição em ações que suponho ser ITUB4 pelo histórico. Assim, no fechamento do mês de maio/17 esse fundo possuía a seguinte alocação aproximada: única ação (ITUB4?) 5% / tesouro Selic 85% / fundo exterior 10%. Com esta alocação esperava que o fundo estivesse com melhor rendimento no mês de junho, daí me vem outra questão:

Essa informação de carteira no fechamento não fala nada sobre as operações de oportunidades que o fundo tem liberdade para fazer. Assim o cara pode estar fazendo todo tipo de peripécias que não consigo pegar nesse radar, mesmo que com delay, e esse pode ser o motivo da posição não bater com o tipo de oscilação que eu esperaria deste fundo.

Conclusão

Por fim fiquei meio cismado com essa estratégia de aportar utilizando fundos. Estou inclinado a não colocar dinheiro novo nisso, já quanto aos fundos que possuo, ainda não fechei questão se saio.

E vocês, o que pensam de fundos ou ETFs?

Grande Abraço, bons investimentos e até o próximo post!!!


Disclaimer: Não sou analista certificado. Todos os ativos apresentados nesse blog são apenas ilustrativos, não representando qualquer indicação (nem de compra, nem de venda, nem de manutenção).

Este blog serve apenas para fomentar discussões e trocar experiências.

Conheça bem o mercado que você investe, pois os resultados de suas operações são de sua inteira responsabilidade.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Regra dos 50% ou o segredo da felicidade nos investimentos

Medidor de Independência Financeira