AMBEV: O Campeão Voltou!

Salve galera da Finansfera!

Hoje bateu uma inspiração de fazer um post sobre a Ambev e o estilo de atuação das empresas do 3G Capital.





Já postei no passado que sou buy and hold em Ambev, ou seja, virei sócio torcedor, mas tento escutar outras opiniões para tentar mitigar meus vieses.

Recentemente li uma matéria sobre a Heineken ter matado a Ambev. Não dá para negar que a Heineken está ganhando bastante espaço no Brasil (já é o mercado mais importante da própria Heineken), porém achei que a matéria quis dar uma explicação plausível para o fato, mas na minha opinião apontou para os pontos errados.

De fato, a Ambev focou na cerveja pelo lado do grande volume, mas de forma alguma ela virou as costas para a cerveja premium, muito pelo contrário, na condição de consumidor de cerveja e fabricante artesanal sou um entusiasta do assunto e considero a Ambev como grande percussora e fomentadora do mercado das cervejas premium no Brasil.

Após a fusão com a Interbrew a Ambev trouxe uma quantidade enorme de rótulos que só tinha visto nas minhas andanças pelo mundo e é justamente sua capacidade logística, capilaridade e baixos custos que tornou possível entregar todo este portfólio em um país de proporções continentais.

De fato, o foco da Ambev sempre foi o produto intermediário (Brahma e Skol), mas há que se falar que existe Brahma Extra (puro malte) desde sempre, pelo menos desde que eu bebo cerveja, que é mais uma evidência que a Ambev nunca virou as costas para os mercados premium de cerveja, mesmo antes da fusão, quando passamos a ter Franziskaner, Hoegaardden, Leffe e muitas outras.

Na minha opinião o artigo não explorou o grande calcanhar de Aquiles da Heineken e justamente o motivo de ela buscar sua força em outros lugares. A Heineken não pode distribuir a própria cerveja no Brasil! Este é um direito que foi vendido à Femsa (Coca-cola) na primeira vez que a Heinken tentou entrar no país e o contrato ainda é válido, logo não há espaço para a empresa explorar sinergias logísticas e por isso mesmo a empresa focou a entrada do seu produto através do marketing e convenceu todo mundo que cerveja se toma em garrafa de vidro não retornável, ao invés de latinha, como é a estratégia da Ambev para o Verão e Carnaval.

Apenas uma curiosidade para aqueles não iniciados no mundo da cerveja, existe um certo tabu entre as cervejas mais tradicionais (especialmente belgas e alemãs) de que cerveja boa se vende em garrafa, cerveja em lata é segunda linha. Mesmo a Heineken tendo as duas versões, a garrafa colou bem no Brasil. Particularmente critico a sustentabilidade, pois acho que o correto seriam embalagens retornáveis, mas isso não é o assunto deste post.

Desta forma a Heineken cresceu tanto no Brasil que causou um black-out de garrafas de vidro, em plena preparação para o verão e carnaval. Para não perder o bonde do período de maiores vendas, parece que ela aceitou garrafas de qualidade inferior e agora está promovendo um recall de produtos em pleno carnaval.

Quem torce também precisa contar com a sorte!





O Campeão Voltou!

Neste carnaval a Ambev está se reinventando e aproveitando todas as sinergias possíveis com empresas do grupo 3G Capital.

No Rio a Brahma é a patrocinadora oficial do Carnaval, isso significa que todos os ambulantes cadastrados pela prefeitura somente vendem produtos da Ambev, nem Coca-Cola para superar a ressaca tá fácil de achar. Foi implementada uma sinergia com a AME, carteira digital das Lojas Americanas também do Grupo 3G Capital, e estes ambulantes estão recebendo com a carteira digital do grupo. Tem promoção exclusiva para quem comprar com App de forma a incentivar a disseminação do novo produto.


As lojas de conveniência das Amercianas, Local, estão com um estoque enorme de cervejas da Ambev e estas lojas estão em pontos estratégicos da cidade.

Além do esquema de distribuição que é referência no Brasil, ainda há “distribuidores volante” com caminhão e gelo pertinho dos blocos para o ambulante refazer o estoque.

No quesito revolução digital a Ambev está promovendo os Apps, Parceiro Ambev que proporciona uma integração da logística da empresa com os distribuidores e o Zé Delivery que liga consumidores de grandes volumes (churrascos e festas) aos distribuidores mais próximos.

Já no portfólio que é extenso a Ambev lançou a Skol Beats GT, o gin tônica pronto na latinha, a bebida está bem na modinha e ficou possível bebê-la no meio do bloco.

Resta saber se todo este esforço de venda vai aumentar a rentabilidade ou ganhar espaço  com redução de margens não convertendo em aumento do lucro.

Grande abraço, bons investimentos e até o próximo post!!!

Disclaimer: Não sou analista certificado. Todos os ativos apresentados nesse blog são apenas ilustrativos, não representando qualquer indicação (nem de compra, nem de venda, nem de manutenção).
Este blog serve apenas para fomentar discussões e trocar experiências.
Conheça bem o mercado que você investe, pois os resultados de suas operações são de sua inteira responsabilidade.

Comentários

  1. Estão lançando a Brahma Duplo Puro Malte, fiquei curioso pra conferir.

    Saiu notícia de recall da Heineken, a respeito de cacos de vidro dentro das garrafas, parece que o mercado se animou e ação já abriu com gap de alta hoje.

    Nos patamares atuais de preço e DY, sigo fora de Ambev. Mas reconheço que é uma ótima empresa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Colheita!

      Realmente tem coisa mais barata pra quem gosta de dividendos!

      Não conhecia seu blog, vou adicionar no blogroll!

      Abraço!

      Excluir
  2. Brahma, Skol, Antartica, Ambev faz parte da cultura brasileira e não vai perder a posicao de rainha. Sempre escutei a galera dizendo que ambev ta cara e ela sempre apresentou bons rendimentos. Ciclos existem em toda empresa. Heineken é modinha. Não sei se se aplica mas esse negocio de garrafas de vidro pode causar ma imagem por conta ambiental, ou custos extras de recolha. Outra coisa é que Ambev não é so brasil, eles tem as cervejas mais conhecidas em varios paises (Quilmes, corona, stella, bud...)

    ResponderExcluir
  3. Quero compartilhar um testemunho de como o sr. Benjamin me ajudou com um empréstimo de 2.000.000,00 USD para financiar meu projeto agrícola de maconha. Sou muito grato e prometi compartilhar esta empresa de financiamento legítima a qualquer pessoa que esteja procurando maneiras de expandir seu projeto comercial .a empresa está financiando a empresa. Quem procura apoio financeiro deve entrar em contato com lfdsloans@outlook.com O Sr. Benjamin também está no whatsapp 1-989-394-3740 para facilitar as coisas para qualquer candidato.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TradeMap: O melhor App para consultar informações do mercado financeiro

Rolagem de opções como ferramenta de gerenciamento de trades

Calculando Impostos de investimentos no exterior: passo a passo