Resultado de Trades com Opções - Jan/2019


Salve galera da Finansfera!

Na última segunda-feira 21/Jan/19 venceram as opções da série A (CALL) e M (PUT).





Nunca antes na história deste país houve tanta exposição ao risco em operações com opções!

Desde dez/18 houve muita variação na bolsa e tive a oportunidade de encerrar alguns trades com lucro e liberar margem para tentar outras oportunidades. O resultado foi que tive muitas operações e acho que preciso concentrar mais minhas os trades, pois corro o risco de me perder com tantas operações.

As operações que lanço com a ideia de adquirir os ativos com desconto ficam impossíveis de serem encerradas, caso a ação suba muito. Daí não tenho o que fazer, é mais uma operação aberta para ficar vigiando. Estou com operações com objetivo de adquirir ABEV3 e ITSA4, que já não tem nenhuma liquidez.

Uma coisa que me chamou a atenção este mês foi a possibilidade de rolagem de operações que não deram muito certo, mas com um viés bem especulativo. As ações da PETR4 e VALE3 estão bem viáveis para estas operações de rolagem, mesmo com as opções que foram bem para dentro do dinheiro. Observando os últimos dias verifiquei que mesmo opções com strike em torno de 10% ITM ainda foi possível dar mais prazo para a operação (com rolagem) para o ativo ir na direção imaginada e ainda ganhar algum dinheiro.

Vamos aos resultados!

Resultados JAN/2018

A Tabela 1 apresenta os trades que não foram finalizados com lucro. São considerados os seguintes casos:
- Put que não foi exercida
- Call Coberta exercida
- Call Coberta que expirou sem valor (prêmio embolsado)


A Tabela 2 apresenta os trades que sofreram exercício e foram adquiridos com desconto através do lançamento de Puts.

Abaixo temos a evolução da renda gerada nesta carteira.

Próximo Vencimento

A Tabela 3 apresenta as operações abertas para os próximos vencimentos e as expectativas de ganho no vencimento.

Tenho privilegiado os prêmios mais altos, escolhendo os Strikes mais próximos do preço (ATM). Os momentos que as ações sofrem correção são os meus preferidos para lançar mão desta estratégia.





Conclusão

ABEV3 é uma ação que acredito bastante e a cada movimento que o ativo fez a ponto de mudar o patamar de Strike eu tenho feito novos lançamentos. A ideia é gerenciar meu preço médio para baixo. Tenho 2k de put para fevereiro com strike à 15,50 e 16,02, tentarei zerar esta posição para liberar margem e minimizar o capital em risco.

CIEL3 é um trade especulativo, ao adquirir o ativo pretendo lançar opção após um pequeno rally. Acho que a empresa apanhou mais do que merecia e por isso quero estar posicionado em opções, acreditando na alta. Lancei vários Strikes e acabei sendo exercido em 1 dos trades, meu preço médio ficou em 10,94. Em breve lançarei call coberta para gerar rendimento com o ativo.

CMIG4 é um trade especulativo com possibilidade de encarteirar para o médio prazo. Não deu exercício.

EQTL3 Subiu muito e a PUT era com expectativa de compra. Gosto do negócio energia, a estratégia da empresa de comprar ativos na bacia empresas das almas me agrada.

PETR4 é um trade especulativo. Não acho que o ativo esteja barato, o balanço está cheio de não recorrentes e a empesa está abrindo mão de geração de caixa futura. A possibilidade de rolagem está me fazendo interessar pela operação de derivativos sem interesse de encarteirar.

SBSP3 é um trade para encarteiramento de médio prazo. Outra que não deu compra.

VALE3 tem vantagens de possibilidade de rolagem, mas tenho interesse em fazer um encarteiramento de médio prazo com saída por call coberta. Não deu exercício na Put, tive um problema de liquidez e saí de uma operação com um lucro bem pequeno, já que não poderia comprar o ativo no exercício. Foi um erro de estratégia, estou testando corretoras novas e teve uma concentração de vendas em uma e de compras em outra devido ao exercício das opções, não daria tempo de reequilibrar. Ainda teve uma call coberta que foi exercida.

VIVT4 lancei nas duas pontas, put e call coberta. A PUT logo perdeu liquidez e a call coberta entrou bastante para dentro do dinheiro, na semana passada ela voltou para fora do dinheiro e vi uma oportunidade de sair do trade com lucro. Resolvi tratar a VIVT4 como um encarteiramento de médio prazo e saída por call coberta, mas acho que não precisa lançar no dinheiro, posso ir comendo pelas beiradas.

ENBR3 lancei call coberta no dinheiro. A ação pagou um belo dividendo, o ajuste do strike foi grande e fui exercido. O ativo entrou em rally depois do dividendo.

BBAS3 com muita volatilidade, ação num belo rally. Call coberta exercida.

ITSA4 O teste de acumulação de ITSA4 com opções começou!. Quem não viu o post confira aqui a proposta
100 ITSA4 Compradas por R$ 1281,00. Este valor será a base de cálculo para compartivos com com os outros investimentos.
100 ITSAN127 foram lançadas. Strike de 12,71. R$ 30,80 recebidos
25,032684 Foi o valor da Cota do Fundo ITAÚ UNIBANCO AÇÕES EM 21/Jan/19.

Todo o dinheiro recebido das opções está indo para operações com renda fixa e FIIs de papel. Quero engordar uma reserva de liquidez que faça sentido para meu portfólio como um todo. Nunca tive reserva de emergência ou liquidez e acredito que isso aumenta a resiliência e me dá condições de aproveitar oportunidades.

Grande abraço, bons investimentos e até o próximo post!!!

Nota 1: Tenho resultados negativos a compensar e por isso não há desconto de imposto de renda (15%) no valor dos ganhos.
Nota 2: Operações divulgadas para fomentar discussão, não indico nenhum ativo para ninguém!
Nota 3: Para ver como calculo minha rentabilidade verifique este post.

Disclaimer: Não sou analista certificado. Todos os ativos apresentados nesse blog são apenas ilustrativos, não representando qualquer indicação (nem de compra, nem de venda, nem de manutenção).
Este blog serve apenas para fomentar discussões e trocar experiências.
Conheça bem o mercado que você investe, pois os resultados de suas operações são de sua inteira responsabilidade.

Comentários

  1. Que belo post, fico admirado com o volume, por baixo você tem uns 400k possíveis de serem exercidos via put, qual a garantia que tem que deixar na corretora? 100%?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IdTI!
      Repare que encerrei muito trade no meio do caminho. Então liberei margem para abrir outra posição. A bovespa tem algum sistema de cálculo de margem, mas acho que as correroras são livres para gerir o risco. Na clear minha margem é de 200k e 90% do financeiro foi feito lá. Mas esse mês eu errei na mão. Vi muito dinheiro na mesa, a euforia da bolsa quebrando recordes. Tenho que reduzir a exposição para frente. Essa estratégia é de mercado em alta. Se virar o estrago é grande.
      Abraço

      Excluir
    2. Complementando o capital em risco bateu uns 500k pro exercício de janeiro. Fiz um controle para ter noção do que estava perto do preço, mas teve muito movimento abrupto.
      O trade da vale que encerrei quase no zero a zero teria dado lucro no final.

      Excluir
    3. Resumindo, você tem que deixar um saldo lá na clear como garantia? quanto está?

      obs: te chamei no hangouts, poderiamos bater papo por lá! hehe abs

      Excluir
  2. Opa janota que belo volume de opções, estou quase igual a você nas empresas, só mais carregado em petr4 pois paga melhor! Se for possível me tire uma duvida que talvez ate complemente a pergunta do investidor da ti. cenário : put de petr4 para março com strike de 27 ou seja acima do preço da ação hoje, se eu fizer ela, isso ira chamar margem/garantia? pergunto isso pois não consigo achar o calculo de margem/garantia em nenhum lugar da internet. Obrigado pela atenção todo sucesso do mundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro,
      Put seca chama margem sim, mas não sei o cálculo que usa.
      O sistema da Clear é dinâmico e por isso vejo que quando a ação cai, a put chama mais margem, quando sobe eles liberam a margem.
      Abraço!

      Excluir
  3. Vai ter que contratar um estagiário p administrar esse tanto de operação hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk
      Vou reduzir. Está ficando complicado.
      Grande abraço!

      Excluir
  4. Muito interessante essa estratégia Janota. Faço isso de vez em quando, mas passo longe desse volume com opções. Mas pra entender melhor. Você deve esperar que num belo dia (impossível prever quando) o mercado vai amanhecer desabando com a explosão de uma crise, circuit brake atrás de circuit brake e não vai parar de cair durante um bom tempo, até as coisas começarem a se acalmar. Como você controla esse risco? Se acontecesse isso hoje, uma porrada de 50% pra baixo em um mês... como você se sairia? A pergunta em resumo é: você opera alavancado nessa estratégia ou o "pior" que pode acontecer é você ser exercido em tudo e ter que comprar tudo por um preço acima do que o mercado momentaneamente está pagando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IdR!
      A ideia das minhas operações é em caso de “M” eu compre os ativos e blz. Mas a verdade é que a empolgação tá tão ridícula que não aguentei ver tanto dinheiro na mesa.
      As opções perdem a liquidez depois que afastam do dinheiro. Até tentei encerrar os trades vencedores, mas não consegui.
      Estamos entrando num terreno novo e não devo assumir o mesmo nível de risco.
      Grande abraço!

      Excluir
    2. A preocupação do Investidor de Risco é extremamente oportuna. Com esse cenário de recordes do IBOV, a chance de correções nos forçarem a encarteirar as ações aumenta a cada dia. Sempre existe a alternativa de rolar a put, o que depende como bem falou o Janota, da liquidez da opção. Outra alternativa prévia seria, no momento do lançamento da put (que fornece o rendimento), comprar uma outra put de strike abaixo (portanto mais em conta), de forma a oferecer um pouco de proteção ao papel. Provavelmente algum dia migrarei para a Petrobras, onde quase qualquer manobra tem bastante liquidez. Se for para encarteirar e ficar "de boa" preferiria fazê-lo com papéis de bancos. Pense num setor resistente, e que dá lucro independente do cenário econômico!

      Excluir
    3. De fato!
      Veja o caso da vale. Tudo indica que virarei sócio. Por isso penso que tem ter como arcar com a compra e se conformar com o preço. Já estou pensando no gerenciamento deste trade. Acredito que o preço vai para perto de 45 num primeiro momento.
      Minha liquidez vai reduzir com essa aquisição, mas ainda tem mais de 20 dias até o exercício.
      Vamos acompanhando!
      Grande abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Calculando Impostos de investimentos no exterior: passo a passo

Conta BB America - taxas ocultas