Sobre suportes no gráfico e no book de ações

Olá Finansfera!

O tema hoje são suportes. Os investidores adeptos das análises gráficas costumam utilizar as formações do preço passado para tomar suas decisões sobre compras. Desta forma o suporte de preço de uma ação pode ser uma informação útil para definir um possível ponto de entrada.


Os grafistas definem suporte como sendo a região onde a força compradora irá superar a força vendedora, ou seja, quando a ação atinge esse nível, existe uma barreira (psicológica) onde muitas pessoas acreditam que o preço não conseguirá ceder, pois os compradores irão entrar e reverter esta tendência.


Os analistas gráficos alertam que isto deve sempre ser confirmado pelo volume, pois de outra forma, a pressão compradora não se confirma e a ação sobe sem força e volta a cair.


Mas isso não responde à pergunta fundamental: por que isso ocorre?


Geralmente os analistas técnicos dizem que o preço desconta tudo, portando isso não é uma pergunta que mereça resposta. O preço é tratado como um ente e, portanto, seu comportamento tem motivos próprios.


Eu não me conformo com essa explicação.


Concordo quando dizem que o volume tem que confirmar qualquer movimento de ação, pois é assim que sabemos que há tubarões no tanque. São os grandes investidores que estão comprando e, por isso o movimento de alta vindouro será consistente.


Em reportagem da Infomoney (http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/6524494/maior-investidor-pessoa-fisica-bolsa-aproveita-dia-panico-mercado-para) temos a informação de que na quinta-feira fatídiga do circuit-braker (18/05/17) o megainvestidor Luis Barsi voltou a comprar ações ON da Vale, pois os preços estavam atraentes, assim lançou uma ordem perto de R$25,00, valor bem próximo à mínima do dia.


Vamos ao Gráfico:

A figura 1 apresenta o gráfico diário do ativo VALE3.

fig. 1 - gráfico diário da VALE3

Observem o paradoxo da profecia auto realizada que a análise gráfica traz nela mesma.

De fato R$ 25,00 é um suporte gráfico da VALE3. Mas talvez um analista fundamentalista, como geralmente o é um megainvestidor do porte do Luis Barsi irá dizer que: este é o valor justo, ou ainda melhor, a ação ficou barata!

Observando o volume que está no gráfico é possível constatar que tinha tubarão no tanque! Esse foi o maior volume diário em mais de 6 meses.

E no book?

O exemplo do book foi retirado do Fundo de Investimento Imobiliário (FII) HGCR11 (figura 2).

Aqueles que investem em FIIs sabem da baixa liquidez que esses fundos costumam ter. Assim raramente observamos grandes movimentações, sob pena de alterar demais os preços.

Para se antecipar a esses prováveis movimentos abruptos do mercado, que se tornaram um risco desde 18/05/17, passei a observar o book com mais atenção. E, não sem supresa, observei um colchão de compras em algumas FIIs. A ordem de compra de 500 cotas do fundo em questão (mais de R$ 500 Mil) nos indicam que é um investidor institucional que definiu um preço justo ou de oportunidade para o ativo, logo esse valor funciona no book como um suporte para o ativo.

 fig. 2 - Book de ofertas do HGCR11

Além dos fundos de fundos de FIIs, os diversos fundos usam as sobras em caixa para comprar outras FIIs que se apresentem como oportunidades.


Conclusões


É preciso estar preparado para captar distorções e oportunidades no mercado de renda variável.


A análise gráfica pode ser uma ferramenta para identificar preço justo, principalmente se você não é tão bom na arte do valuation - que é meu caso :).


Quando observar uma (ou várias) ordens de grande porte no book, é bom ficar antenado, pois pode ser um indicativo de que há tubarões no tanque.


Grande Abraço e até o próximo post!!!



Disclaimer: Não sou analista certificado. Todos os ativos apresentados nesse blog são apenas ilustrativos, não representando qualquer indicação (nem de compra, nem de venda, nem de manutenção).


Este blog serve apenas para fomentar discussões e trocar experiências.


Conheça bem o mercado que você investe, pois os resultados de suas operações são de sua inteira responsabilidade.

Comentários

  1. Olá Janota!

    Ótimo post! Já deu pra entender um pouco mais estes gráficos que o pessoal da análise técnica tanto usa.

    Vou confessar pra você que entendo muito pouco destes gráficos e nunca utilizei eles para analisar algum ativo.

    Você sabe onde consigo encontrar informações para entender um pouco melhor estes gráficos? Esses candles ainda me deixam bastante confuso...

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Wannabe!

      Eu gosto muito de olhar as figuras como ombro cabeça ombro, mastro bandeira, flâmula, deriva e etc.

      Se você levar em conta que os gráficos se movem em fractais vai ver que dá tudo na mesma, mas entendo melhor quando vejo o movimento todo.

      Antes de partir para isso recomendo aprender a teoria de Dow e um pouco de Price Action. É uma forma mais simples de ver as coisas sem muitos indicadores mirabolantes.

      O Canal do YouTube da Nelógica tem muita coisa bacana.

      Recomendo começar por esses:
      Teoria de Dow
      https://www.youtube.com/watch?v=QtH63XJehaQ
      Fractais
      https://www.youtube.com/watch?v=I3beRlDjlQc
      Price Action
      https://www.youtube.com/watch?v=PmjSleIUrcg
      https://www.youtube.com/watch?v=SyiDwUtBkp4
      https://www.youtube.com/watch?v=uEE9oCKES7M
      Figuras
      https://www.youtube.com/watch?v=mfOgBSi_H3E

      Grande Abraço!

      Excluir
    2. Opa!

      Muito obrigado pelas dicas! Vou estudar!

      Abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Regra dos 50% ou o segredo da felicidade nos investimentos

Medidor de Independência Financeira