Resenha do livro: Fique Rico Operando Opções


Salve galera da Finansfera!

Recentemente li o livro Fique rico operando opções do Lee Lowell.

Confesso que no que dependesse de mim jamais compraria um livro com um título destes. Me soa uma mistura de auto-ajuda com charlatanismo. Acontece que o “clube do pai rico” colocou este livro como um dos três melhores para a educação sobre opções, confiei na dica.




Valeu a leitura porque o livro apresenta de forma resumida e num mesmo lugar vários conceitos interessantes para aqueles que querem aprender a ganhar dinheiro com opções do lado da banca: o lado que vende oportunidades! Esta parte é apresentada nos 5 primeiros capítulos.

Particularmente não considero que o livro agregou muito porque achei ele pouco aprofundado. Outro ponto é que as estratégias parecem depender que eu seja um bom analista gráfico. Eu prefiro as estratégias que dependem menos das minhas qualidades como grafista (até porque elas são limitadas).

Outra coisa foi a forma ambígua da sua proposta que parecia aceitar muito risco para ganhar pouco dinheiro e até por esse viés ele sugeria uma estratégia de gestão de risco que na minha opinião pode botar a perder o resultado de formiguinha realizado em meses em um único trade.

Também senti muita falta de estratégias de gerenciamento de trades que deram errado.

Estratégias apresentadas no livro

Compra de opções muito dentro do dinheiro para poder participar de uma alta (se você acredita na alta) com metade da exposição ou menos. A estratégia é interessante para quem curte um trade, já que reduz o capital empregado, consequentemente aumenta a rentabilidade. Para utilizar esta estratégia é preciso estar bem confiante no movimento.

Put para compra de ativos. A ideia do autor é escolher um strike que lhe agrade e sistematicamente lançar opções para eventualmente comprar a ação naquele preço. O grande problema desta estratégia, é que quando a ação chega no preço, geralmente o pânico já tomou conta de todo mundo. Outro problema, é que nos EUA pode-se conseguir um bom prêmio para estas opções com prazo maior, mas no Brasil não temos liquidez para prazos longos, exceções de PETR e prazos médios para VALE.

Travas de Crédito. Esta operação é a venda de uma opção mais perto do preço e a compra de outra um pouco mais distante do preço. É uma boa estratégia para quem está começando e tem pouco capital para colocar em risco. Além de reduzir a chamada de margem. Para quem usa a estratégia sistematicamente ela pode te evitar muita dor de cabeça, mas aumenta a sua possibilidade de resultados negativos. Nesta estratégia se ganha dinheiro se a ação for para o lado oposto (subir para puts e cair para calls), também se ganha dinheiro quando a ação não movimenta muito. Mas se sua análise estiver errada e a ação se movimentar para o lado de suas operações o prejuízo está garantido. Existem formas de corrigir uma operação desta que deu errado, mas o autor não entra nestes detalhes.

Venda Coberta. Esta operação é um clássico e o autor sugere que se faça o lançamento mais distante do preço para garantir um bom ganho de capital e enquanto isso se embolsa os prêmios. Se a ação andar muito, fique feliz porque você vendeu por um bom preço. Essa parte foi a que mais me decepcionou, pois o autor nem sugere uma rolagem ou outra estratégia de correção de rumo. Também fica dito que os melhores resultados ficam com aqueles que sabem fazer análise gráfica, mas o livro não se destina a esse conteúdo.

Venda de volatilidade. Esta operação que o autor chama de venda de volatilidade eu conheço com “call ratio spread”. Aqui o autor sugere a compra de uma call mais perto do dinheiro e a venda de 4, ou 5 calls fora do dinheiro (até mais conforme o caso). A estratégia também pode ser feita com puts.

Deve-se embolsar dinheiro na operação, pois o que se espera é que a ação se movimente pouco, a volatilidade caia e se zere as posições com lucro. Aqui também se sugere que o trader seja um excelente analista gráfico para ganhar dinheiro com a operação.




Conclusão

Para mim a parte inicial do livro foi a mais proveitosa, mas no meu caso já tenho introjetado a maior parte destes modelos mentais de forma que a leitura forneceu uma boa revisão e consolidação desta maneira de encarar os trades de opção.

A maior parte das estratégias apresentadas serve para coletar dinheiro com opções, mas em geral conta com uma boa capacidade de análise gráfica para definir até onde a ação não vai. E na minha opinião as estratégias coletam pouco dinheiro para o nível de exposição sugerido.

Para mim a exposição é o strike multiplicado pelo número de contratos vendidos. O autor considera como exposição a chamada de margem. Assim a variação do preço muda sua exposição no trade. No limite para o autor vender mil reais de pozinho é mais seguro que vender mil reais com strike no exercício. Eu discordo completamente deste modo de trabalhar.

O autor também sugere calculadoras de risco. Desta forma se define o strike baseado numa baixa probabilidade de ser exercido. Mas isso também faz com que o prêmio embolsado também seja mínimo. Essa é sua fórmula para gerar uma renda.

Talvez seja uma boa estratégia nos EUA, mas aqui no Brasil eu tenho dificuldade de assimilar, pois sempre tem um Joesley Day, uma eleição atabalhoada (tanto em termos gerais, quanto no congresso), malas de dinheiro e trapaças nos altos escalões das empresas que faz com que confiar nas probabilidades de exercício não seja uma opção que me faça dormir tranquilo.

O autor parece contar muito com as probabilidades de baixo risco de exercício e não sugere estratégias de gerenciamento do trade.

Mas não me entenda mal. Acho que é leitura obrigatória para quem está começando os estudos com opções. E hoje em dia operar no mercado dos Estados Unidos é uma realidade para muitos (inclusive este que vos escreve) então esse modelo mental pode ser útil.

Grande abraço, bons investimentos e até o próximo post!!!


Disclaimer: Não sou analista certificado. Todos os ativos apresentados nesse blog são apenas ilustrativos, não representando qualquer indicação (nem de compra, nem de venda, nem de manutenção).
Este blog serve apenas para fomentar discussões e trocar experiências.
Conheça bem o mercado que você investe, pois os resultados de suas operações são de sua inteira responsabilidade.
R

Comentários

  1. Olá Janota, tudo bem?

    Tenho tido o mesmo sentimento com esses livros e cursos "financeiros", muito superficiais, porém sempre consigo ter um insight.

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IdTI!
      Você traduziu bem meu sentimento!
      Obrigado pelo comentário!
      Grande abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Calculando Impostos de investimentos no exterior: passo a passo

Conta BB America - taxas ocultas