Escolha de Corretora para investimento no exterior

Fala Finansfera!



Dando continuidade ao processo de diversificação de investimentos no exterior, que começou com a abertura numa conta do Banco do Brasil Americas (post), vamos continuar falando sobre a abertura de corretora para operação de ativos.

Fiquei sem postar muito tempo, mas não estive ausente da comunidade! Estou sempre lendo os artigos mais recentes e fazendo comentários.

Tenho investido muito do meu tempo em duas frentes:

  • Escolha da corretora nos EUA
  • Definição de uma carteira radar nos EUA

Vamos falar um pouquinho sobre essas duas questões e por que elas acabaram ficando tão relacionadas.

Existem corretoras para todos os bolsos, horizonte de investimento e gostos, mas dentro desse universo não são muitas as que aceitam "aliens" como clientes.

Na legislação estadunidense alien é aquela pessoa natural que não é cidadão, nem residente.

Neste caso encontrei 4 opções, mas acredito que a Interactive Brokers (IB) é a que melhor se encaixou no meu perfil.

Ela é uma grande corretora e se propõe a ser uma corretora de baixo custo.

Recentemente aqui no Brasil a XPI iniciou um processo de expansão através da aquisição de seus concorrentes e isso alterou o padrão de custo da corretoras adquiridas, prejudicando o pequeno investidor (vulgo sardinha).

O que isso tem a ver com minha escolha? O Finansfera$ acabou de ser informado que a sua corretora foi adquirida por uma outra corretora. Por enquanto tudo permanece como está, as duas empresas estão operando separadamente. Só resta torcer para que continue assim.

A IB também possui baixo custo de retirada. Estou na fase de acumulação, mas estou trabalhando por uma aposentadoria precoce e uma hora esses custos vão incomodar. O Aportador Financeiro resolveu trocar de corretora e se deparou com custos bem pesados. O IB permite um resgate por mês sem custo adicional.

Existe uma taxa de custódia de 10 trumps, meio caro, mas que é totalmente convertida em corretagem, equivalente à 10 compras no mercado estadunidense. Já os custos de corretagem no Canadá, México, Europa e Ásia são variáveis.

O que nos leva a outra vantagem, que é o acesso à mercados mundiais com uma única conta.

Outra vantagem matadora é a possibilidade de realização da transferência tipo ACH (Automated Clearing House). Não vi essa opção em outras corretoras. Pelo menos os posts de escolha de corretora de outros colegas que consultei não comentaram nada a respeito, mas não é um veredito final. Essa transação não possui custo algum e funciona como uma autorização de débito em conta no Brasil. Lá nos EUA essa transação é muito utilizada para pagamento de contas (luz, TV, gás etc).

Consegui desta forma uma grande sinergia com o par BBAmericas e IB, pois os custos ficam realmente baixos. Mas como nem tudo são flores, é necessário dispor de um alto capital para fazer essa tabelinha, já que cada uma solicita uma disponibilidade de recursos iniciais de 10k trumps para abertura de conta e o BBAmericas cobra 15 trumps por mês caso a conta tenha saldo abaixo de 10k. Desta forma, para evitar a cobrança mensal, terei que manter um alto saldo em Certificate of Deposit (CD), que não possui uma remuneração tão atrativa. Ou seja, terei uma parcela dos investimentos com rendimento abaixo da média do mercado. Mas acredito que:

  • o menor spread do BBAmericas / BB para transferência de dinheiro para o exterior,
  • o baixo custo de transferência do Brasil para exterior a partir do BB (leia R$0,00),
  • a transferência para corretora via ACH,
  • a corretagem de baixo custo,
  • o acesso à várias bolsas a partir de uma única conta
compensarão em muito essa escolha.

E a escolha de ativos para uma carteira radar?

Bem, precisarei fazer vários filtros para definir os ativos de qualidade e os ramos de negócios que pretendo investir. Com o acesso que a IB me proporciona aos mais importantes mercados mundiais estou como uma criança que chega num parque de diversões: simplesmente não sei por onde começar!!!

Não me interesso por ETFs, prefiro escolher meus ativos e fazer minha própria composição de carteira. Assim, só resta me debruçar sobre o problema (que é um problema dos bons) que tenho pela frente.

Enfim, vêm boas novidades pela frente!!

Grande abraço, bons investimentos e até o próximo post!!!
Disclaimer: Não sou analista certificado. Todos os ativos apresentados nesse blog são apenas ilustrativos, não representando qualquer indicação (nem de compra, nem de venda, nem de manutenção).
Este blog serve apenas para fomentar discussões e trocar experiências.
Conheça bem o mercado que você investe, pois os resultados de suas operações são de sua inteira responsabilidade.

Comentários

  1. Fala Janota,

    Seu custo ficou os 10 do IB mais 15 do BBA?

    Deixar 10k parados é muita coisa, dependendo do tamanho da sua carteira você faz o custo da conta do BBA sumir, por exemplo, sendo 15 por mês você vai gastar 180 Trumps por ano. Escolhendo bem algumas ações você faz muito mais que isso com 10k, neste caso vale a pena pagar a taxa e investir o dinheiro que ficará parado lá.

    Os 10 Trumps mensais eu nem considero como uma taxa paga pois ela é deduzida da corretagem então considero sempre corretagem que aqui no Brasil também pagamos. 10 por mês pra mim tá bem dentro da ideia.

    Sobre ETF, reconsidere ter eles na sua carteira. Se você observar minha carteira, neste post https://buscandooprimeiromilhao.blogspot.com.br/p/carteira.html vai ver que os ETF estão dando um banho em rendimentos em comparação com as ações.

    Entrou no meu portfólio agora dois REIT, logo farei um post.

    Valeu a citação!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande BPM!
      Vou estudar essa possibilidade de escolher pagar a taxa do BBAmericas, como disse no post estou só começando a vislumbrar as possibilidades!

      Os ETFs não são o problema, é que eu fico um pouco agoniado com aquela caixa preta, mas vou fazer uma pesquisa de portifólio para tentar entender o que tá dentro de cada fundo, quem sabe assim não me interesso mais!

      Com certeza os REITs serão uma parte considerável da minha carteira, mas ainda tenho que estudar o assunto!

      Os blogues dos colegas sempre serão uma fonte de inspiração para montar minha carteira!
      Grande abraço!

      Excluir
  2. Fala Janota. Valeu pela citação. Na verdade o que é mais alto na Schwab é o valor inicial para abertura de conta para estrangeiro: 25k, enquanto na Options não tinha essa exigência. Os demais custos pelo que pesquisei ficarão os mesmos. Acredito que a Schwab vai baixar esse valor. Vamos ver. Agora, acho que a IB é uma ótima escolha, eu quase abri conta lá, desisti pela taxa de inatividade e por ter que abrir contas no Banco do Brasil, com o qual não trabalho. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Finansfera$!
      Achei que os valores eram diferenciados. Valeu pela visita!
      Grande abraço!

      Excluir
  3. Interessante ter compartilhado sua experiência da escolha da corretora para investir no exterior, vai ajudar outras pessoas que estejam com a mesma duvida.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É disso que se trata esse espaço da Finansfera, tenho curtido muito aprender com todo esse pessoal e tentar compartilhar minhas experiências!

      Valeu pela visita!

      Grande abraço

      Excluir
  4. Obrigado pela referência Janota,

    O montante inicial para escolher a melhor opção (BBAmericas + Interactive Brokers) é muito alto para a maioria dos investidores iniciantes. Deixar 10k trump parado na conta faz diferença dependendo do tamanho do seu patrimônio.

    Assim que eu tiver um montante maior e que os custos começarem a compensar, eu faço a transferência para a IB.

    Boa sorte nos investimentos, grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olá Aportador,

    De fato é muito dinheiro, o BPM sugeriu zerar esta posição e pagar os 15trumps! Ainda não pesquisei a fundo. De toda forma o dinheiro é remunerado, mesmo que abaixo da média...

    Valeu pela visita!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Medidor de Independência Financeira

Experimento: aluguel das ações da carteira Buy and Hold